Vida de Mãe - Desmame - Parte II

Depois de toda a polêmica causada com o primeiro post sobre Desmame da Bruna, aqui estou eu mais uma vez para contar minha experiência, dessa vez com a Manu.

Sei que não tenho como agradar a todas, e a partir do momento que abro tão explicitamente minha vida em um blog com milhares de acessos, algumas vão me elogiar, outras vão se identificar, e outras vão me criticar.

Eu poderia passar reto por esse post e simplesmente não falar sobre isso. 

Mas por respeito à tantas leitoras que me escrevem e gostariam de saber como foi comigo, eu decidi escrever... Afinal de contas é o último post sobre o meu desmame, pois não pretendo mais ter filhos e não tenho como ter mais uma experiência sobre isso.


Só gostaria de mais uma vez ressaltar que é apenas um relato da minha experiência, e que de maneira alguma é uma dica ou conselho para outras  influenciar outras mães. 

Definitivamente acredito que o desmame está relacionado principalmente à cabeça da mãe. Ele se torna menos complicado se você estiver pronta e segura para fazê-lo. Achar que o bebê irá sofrer ou ficar traumatizado, isso só piora a situação.
Portanto se ainda não se sentir segura e feliz para desmamar, não desmame.

Simples assim.


Quanto mais complicamos uma mudança, mais dificil ela se torna. 
Por isso procurar desculpas para postergar o desmame como "Meu filho não pega nenhuma mamadeira" " Meu filho só dorme no peito" ou "Meu filho não gosta de LA" não vai ajudar em nada. Pois na hora que você decidir e fazer isso com segurança, seu filho irá sim se adaptar a essa transição, sem traumas. No final toda criança se adapta, basta insistir um pouco, ter muita paciência e agir naturalmente.

Eu tinha com a Manu o mesmo objetivo que com a Bruna, amamentar exclusivo até os 6 meses. Mas no fundo eu queria pelo menos chegar até onde fui com a Bruna, 8 meses. Parece besteira, mas gostaria de proporcionar o mesmo para as duas. 

E o que fiz com ambas foi, após os 6 meses ir aos pouquinhos realizando a transição do peito para a mamadeira, bem devagar, sem traumas para o bebê e para a adaptação ao leite artificial.

A Manu já estava totalmente adaptada à mamadeira e ao Nan quando então pegou uma estomatite e passou dias sem querer por nada na boca que não fosse o peito. Isso porque estava com a língua cheia de aftas e a mamadeira ou chupeta, machucava.
Eu já estava me preparando para o desmame no esquema de 2 mamadas no peito e 2 na mamadeira, quando então voltei a estaca zero e passei a dar todas no peito de novo. E claro que sequer passou pela minha cabeça desmamar com ela doente e não querendo outra coisa.

Porém passado a fase crítica da estomatite voltei a tentar introduzir a mamadeira. Não foi fácil. Ela recusou inúmeras vezes, não queria mais e fechava a boca. Eu não desisti, e de tanto insistir e não dar o braço a torcer, ela voltou a pegar.

Depois dessa virose dela e do meu cansaço extremo por não dormir noites, meu leite diminui bastante, algo que nunca havia sentido em todo tempo que amamentei. E então eu via que ela ainda queria mamar mais um pouco quando terminava o peito.
Além disso ela começou com algo bem chato que era morder meu peito toda vez que queria mais, e chegou a me machucar de verdade algumas vezes e até sangrar pois ela já tem os dentinhos de baixo bem afiados. 

Então decidi que era a hora de parar. Pois peito sangrando com recém nascido você aguenta e encara, pois tem chão ainda pela frente. Mas com um bebê de quase 9 meses com 2 dentes afiados, não tem a mínima necessidade.

Com mais de 8 meses, e super adaptada a alimentação ( ela come demais!!!!) eu já não sentia mais culpa nenhuma, e saberia que lidaria numa boa com isso.

E mais uma vez amamentei em uma noite sabendo que seria a última. Pois quando eu decido, está decidido.
Diferente do que foi com a Bruna, não senti tristeza dessa vez. Foi estranho, pois foi uma sensação de um ciclo se fechando. E dessa vez não terá um 3o filho para eu pensar: logo passarei por isso de novo.

Mas não chorei e fiquei super bem.

E o melhor para mim foi que a Manu sequer procurou o peito de novo, ficou manhosa ou sentiu essa transição. O que ajuda bastante a amenizar uma possível culpa que dessa vez ,nem cheguei a sentir. Acho que no segundo filho você já está bem mais madura e resolvida, entendendo que o desmame pode ser de uma maneira tranquila, sem traumas.

E digo sinceramente que vivenciei um sentimento novo, o de missão cumprida! Para mim, mais do que cumprida.

E por que não me orgulhar disso?
Amamentei exclusivo minhas duas filhas até 6 meses e fui até mais que isso com cada uma delas. Uma até 8 meses e outra até quase 9.
Me doei tudo que pude nesse período esquecendo quem eu sou para me dedicar a essa fase tão importante e essencial para a saúde delas.
Não pulei ou dei mamadeira nenhuma vez nos 6 primeiros meses, 
Não comi ou bebi ou tomei qualquer remédio que pudesse prejudicar o leite, Não fiz exercícios para não correr o risco de diminuir a produção, 
Usei 2 tops apertados e dormi sentada todas as noites nesses quase nove meses para aguentar a dor de produzir muito leite a noite, 
E por fim emagreci muito mais do que considero saudável e bonito para uma mulher, pois para mima amamentação suga toda e qualquer caloria que possa aparecer no meu corpo me deixando super fraca e cansada.

Encerrei mais essa etapa tão importante na vida com um filho e agora fase nova; vou cuidar das meninas com  toda a dedicaçao de sempre mas com um projeto novo; cuidar um pouco de mim e do maridão!

E eu fecho esse post com essas 2 fotos lindas amamentando a Manu tirada pelo Projeto Família e que  ficará para sempre de recordação!




Hoje estou super emocionada com esse momento tão importante e vou adorar muitos comentários carinhosos como foram da outra vez. Vocês não sabem como faz toda a diferença mim!


E vem aí novidades para o meu projeto de voltar a boa forma e vida saudável!


57 comentários:

  1. Oi , Sou Ana Paula
    Tenho uma bebe de 5 m Emanuela tentei desmamar pois ia voltar ao trabalho,mas não vou mais , e realmente é bem difícil , com minha primeira filha foi super difícil , mas como vou ficar em casa vou amamenta-la um pouco mais,e já estou tentando umas frutinhas aos poucos pois penso como vc acho 6m exclusivo tá ótimo e é bem cansativo para nos mães ,mas tabem é bem gratificante poder alimentar essas preciosidades. bjss!

    ResponderExcluir
  2. Ká! Adorei seu post! Infelizmente, não tive uma boa experiência com a amamentação, amamentei até dois meses e meio. Foi muuito difícil aceitar isso. Só tenho a dizer que você é uma super mãe! Parabéns e obrigada por compartilhar suas experiências conosco. Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querida! Nao se culpe nunca, pois nenhuma mãe é melhor ou pior pelo tempo que amamentou! Beijao

      Excluir
  3. Missão cumprida Ká!!!!! Bjs Rê

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Katia....mto orgulhosa por vc!! Vc é uma super mãe!! Obrigada por dividir conosco tantas experiências. Bjos grande e fiquem com Deus!! tati

    ResponderExcluir
  5. Katia,parabéns pelo relato sincero e sensível a respeito desse assunto que as vezes causa angustia em muitas mães.

    ResponderExcluir
  6. Não tenho filhos mas pude perceber toda sua dedicação e emoção com esse post! Parabens por ser a melhor mãe que você poderia ser.

    Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito de ler esse post. É isso que vale. A maternidade traz algumas perdas (noites, sonos, passeios, cabelos...) mas não creio que a mulher deve se anular totalmente por causa dos filhos. Achei muito bonita a sua atitude. É assim que tem que ser não só com esse período inicial mas durante toda a vida. bjs e boa sorte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Karine, que bom que você entendeu meu post! Um beijo grande!

      Excluir
  8. Katia,

    Fiquei muito emotiva com vosso post, nossa como vivemos fases.....
    Seu depoimento e tao sincero, que nosso coração e nossa cabeça acabam vendo as imagens (viajo) me identifico muito com vc e com suas experiencia.
    Pois na real ninguém te fala a metade o que vai passar ou que poderá sentir, com sua ajuda acabamos sentindo mais normal , porque as duvidas aparecem....
    E poucos querem compartilhar.....(ou por falta de tempo ou disposiçao)
    Mas vc se tornou especial , por relatar a maternidade sem muito glamour ... a Maternidade na REAL.
    Com noite mal dormidas, dores, duvida .
    Mas ao mesmo tempo com muito carinho e dedicação, pois isto são mulheres reais com problemas e duvidas reais.
    Obrigada pela ajuda e por compartilhar.
    Engraçado que apenas acompanhando diariamente se torno uma grande amiga,mesmo virtual .
    Sinta-se com mais um missão cumprida, Parabéns pela etapa terminada.
    Fez um ótimo trabalho.

    bjs

    Deborah(mae da Sophia)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deborah, adorei o seu comentário. E é verdade, eu passo sim o que realmente sinto, pois acho importante não para mostrar o lado dificil, mas sim para mostrar que todas nós passamos por isso.
      beijos

      Excluir
  9. Não tem como não se emocionar, amamentar é algo realmente divino!
    Parabéns pela dedicação e todo carinho.
    Sua pequena está crescendo, um mocinha!
    Acho mais correto dizer que quando cresce um bebe cresce uma mãe, pq aprendemos com eles diariamente o que é abdicação e despreendimento e nos deparamos com um amor maior e puro que o AMOR DE MÂE!
    Bjooo

    Janaina

    ResponderExcluir
  10. Kátia, a sensação de dever cumprido deve ser algo muito bom! Coração tranquilo e pronta para novas fases que virão! Meu bebê está com 6 meses e começou a introdução da sopinha, e ainda amamento no peito! Meu projeto é amamentá-lo pela manhã e à noite até os dois anos de idade!
    Ainda não voltei a trabalhar e pretendo ficar em casa com ele por mais 3 meses, me dedicando totalmente a ele!
    Sofri muito para conseguir amamentar e agora que está tudo tranquilo não quero deixar de amamentá-lo! Continuo com a alimentação e peito de manhã e de noite!
    Parabéns por mais uma fase cumprida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joyce, voce esta certa, amamente ate quando voce quiser, essa é uma decisão só sua! Eu fiquei por um tempo só com manhã e noite e foi ótimo.
      Um beijo grande

      Excluir
  11. Katinha muitoooooo orgulho de vc... Dedicação total... Sinto através dos seus relatos o amor q tem pelas princesas!!!! Você me encoraja a cada dia!!!! Te admiro muito. E q venha a nova fase...MERECIDAMENTE!!! Beijo. Kauana

    ResponderExcluir
  12. Katia, você tem toda razão de ficar orgulhosa de si mesma... tenho um bb de 5 meses ( Bernardo) e sempre penso no desmame como algo difícil.... me senti aliviada com seu relato e de saber que é possível passar por isso de forma tranquila. Adoro o blog. Vc esta de parabéns! Bjs carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Carol, obrigado pelo carinho, e você vai ver que quando estiver pronta para desmamar , sera muito mais tranquilo do que você imagina.
      Beijos

      Excluir
  13. Eu tenho um filho de 1 ano e 2 meses só amamentei 45 dias.Não pq eu não tinha leite ,eu tinha e mto mais pq não gostava mesmo.
    Era um sacrificio aquilo realmente não me fazia bem .
    Tomei remédio para parar de produzir leite e não me sinto nem um pouco culpada por isso.
    Ele não sentiu a mímima falta pegou a mamadeira de primeira.
    Nunca ficou doente até hj.
    Parabéns missão mais que cumprida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! E como eu sempre disse, amamentar nao pode ser sofrido e nem por obrigação e parabens por assumir sem culpa que não foi legal para você. Assim que são as mães bem resolvidas!
      Bjs

      Excluir
  14. Só quem é mãe sabe como o processo de amamentação é maravilhoso e sofrido ao mesmo tempo... Parabéns por sua dedicação! Estou começando a incluir as frutinhas na alimentação da minha filha de 5 meses. Faz um post contando como você fez para incluir os sólidos na alimentação da Manu, se possível! beijos

    ResponderExcluir
  15. Melhor impossível! Fiz exatamente o mesmo com meus dois filhos e acho o mais sensato. Suas filhas são lindas, saudáveis e muito amadas! Tem muita mãe aí que bate no peito pra dizer que amamenta até os 3 anos e não dá carinho, atenção, respeito... Acompanho o blog há uns 6 meses e vc só me surpreende positivamente!

    Parabéns mil vezes!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Cara Katia, bom dia, não costumo comentar, mas acompanho o blog. Eu tenho uma bebe de 10 meses, e qd o pediatra me fala que devo amamentar até 2 anos, fico me perguntando se precisa mesmo. Então eu te pergunto, pq vc decidiu para agora? (não é uma crítica, é uma base para eu tomar a decisão também). Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera, é muito complicado falar sobre isso, nao sei se voce viu a polemica nos comentarios do outro post sobre desmame. AMamentar até 2 anos é recomendado para quem esta afim de fazer isso, e tem tempo e disponibilidade. E alem disso é incentivado nas classes sociais mais carentes pois essas mães, nao tem condição de comprar uma boa lata de leite com todos os nutrientes que a criança precisa. Vá até onde voce se sentir confortável, saiba que as vitaminas principais voce ja passou, e daqui para frente, é lucro.
      Tome sua decisão quando voce estiver pronta e nao ligue para o que cada um falar.
      um beijo grande.

      Excluir
  17. Venho ao seu blog todo o dia e você é daquele tipo de mãe que tem o que ensinar a outras mães. Consegui fazer uma rotina com meu filho seguindo suas dicas, e desde então passar aqui é um ato diário. fico feliz por você conseguir fechar esse ciclo. meu caso não foi tão bom, tive pouco leite e meu filho largou o peito com 2 messe. Fica aquela sensação de incompetência sabe? mas bola pra frente e estou tentando dentro do possível oferecer a ele tudo para ser saudável e forte. você tem todos os motivos para se sentir orgulhosa de si mesma e parabéns suas meninas são lindas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, pode tirar essa sensação de incompetencia da sua cabeça! voce nao deixou de amamentar por que quis. Nem sempre nosso corpo ou mesmo o bebe, reage como gostariamos. Você nao tem culpa nenhuma e isso não fara qualquer diferença na vida dele. Com certeza você é uma super mãe!
      beijao

      Excluir
  18. Parabéns Katia foi lindo seu post amei como tantos outros que você coloca e nos emociona.
    Obrigada por dividir .

    ResponderExcluir
  19. Kátia, mais uma vez um lindo e emocionante relato. Nem quero pensar como vai ser o desmame da helena, amo esse momento e por incrível que pareça não tive grandes dificuldades! Ainda bem!
    Enfim, parabéns por mais uma etapa concluída!
    tudo de bom pra vc e sua família :)
    beijos
    Luiza - mãe da Helena

    ResponderExcluir
  20. Parabens guerreira, vc foi demais, obrigada, por tudo que vc nos ensina, por tudo que passa de conhecimento e dicas, parabens!!!!

    Ana Paula Ramos.

    ResponderExcluir
  21. Parabéns, desde que minha bebe nasceu, ela esta com 40 dias, entro todos os dias no seu blog, e adoro!!!

    ResponderExcluir
  22. Que post emocionante. Parabéns por toda dedicação!
    Beijos Thaísa

    ResponderExcluir
  23. Acho que o desmame é uma decisão que cabe a mãe e ao bebê, ninguém tem que julgar. Mas os 2 tem que estar preparados, então não dá pra dizer se 6, 10 ou 20 meses são suficientes. Minha filha tem 10 meses, ainda mama muito e eu pretendo continuar, pois percebo o quanto é importante para o nosso vínculo. Eu trabalho o dia todo, tiro leite no trabalho e é super cansativo sim, mas acho esse momento da amamentação delicioso, pois é só nosso, sabe?
    Por isso eu decidi amamentar o máximo que eu puder e a hora que eu sentir que ela não precisa mais disso e que eu estou pronta, eu paro. Jamais aguentaria vê-la pertinho de mim com aquela boquinha que eles fazem querendo mamar e recusar.
    Mas essa é a minha experiência, ninguém é mais mãe ou menos mãe porque amamentou ou não. Tem muito mais coisa em jogo. Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! e eu sou super a favor que você tem que ir até onde quiser, seja quanto tempo for. E parabens por conseguir trabalhar o dia todo e ainda ter disposição para tirar o leite no trabalho!
      As mulheres de hoje sao muito guerreiras!
      beijao

      Excluir
  24. Parabéns querida! Você é um orgulho para todas nós.

    ResponderExcluir
  25. Katia, sempre passo por aqui e só tenho a te agradecer. Estou grávida de 6 meses e suas dicas são essenciais para mim.
    Você é um exemplo de mãe, o qual eu quero seguir.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querida Ana! obrigado pelo carinho e parabens pelo bebe!

      Excluir
  26. Fiquei emocionada!!! Ainda mais pq irei passar por esse processo nos próximos meses. Só passando pela experiência de amamentar que entende tudo isso. Mas é isso, a vida se renova a todo instante. Vc merece se cuidar e ser sempre feliz. Bjao, parabéns!!!!❤❤ Flávia Lordello

    ResponderExcluir
  27. Katia,

    Ainda não sou mãe, mas entro no teu blog todos os dias.....Vc parece ser uma pessoa muito querida, dedicada, carinhosa e um exemplo de mulher e mãe.Eu adoro todos os assuntos abordados no blog, vc tem uma maneira fácil e objetiva de escrever....Como sugestão queria que vc falasse como é a relação do casal depois do 1º filho. Eu sou casada a 10 anos e agora estamos pensando em ter filho.....
    Sucesso e parabéns pelo trabalho.

    Beijos, Renata Bernardp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que esse assunto esta na lista!
      bjs

      Excluir
  28. Oi Katia, adorei o post pq estou comecando a fase do desmame. Minha baby esta com 6 meses e comecei as frutinhas visando um desmame proximo. Estou como vc, magra demais, exausta e com baixa imunidade ( ha mais de um mes com gripes e resfriados). Me sinto com sensaçao de dever cumprido como vc, mas sempre quando um ciclo do bb se fecha nos causa uma certa melancolia, nostalgia.... mas faz parte para que outras coisas maravilhosas aconteçam, nao e mesmo? bjs parabens pela super mae que vc é e pelo blog, Bj Patricia

    ResponderExcluir
  29. Não se sinta culpada! Pra mim, amamentar 6 meses já está pra lá de bom, foi o máximo que consegui, pois cansa muito, acaba com a gente! Meu filhote tem quase 2 anos e só teve febre uma vez...já teve toda a imunidade necessária. Parabéns, vc e uma super mãe. Tá certinho de pensar agora no marido, eles ficam carentes também! Beijo, Ana

    ResponderExcluir
  30. ai Katia que bom ler seu post. a minha está com a idade da Manu, fico muito, muito triste quando penso em desmamar mas ao mesmo tempo sinto que é necessário, por diversos fatores. me senti muito aliviada com o seu depoimento, obrigada. bjs, renata.

    ResponderExcluir
  31. Oi Katia!! Obrigada por dividir momentos assim tao importantes na vida de uma mae. Tenho um bebe de quase 3 meses e ler esse tipo de post me faz muito bem. Logo passarei pelo mesmo. Bjo enorme pra vc e suas meninas!!

    ResponderExcluir
  32. Katia, como sempre uym post delicioso de se ler e recheado de emoçõa. A Manu e a Bruna tem muita sorte de ter uma mãe tão dedicada e especial como você! Tb amamentei a minha litlle até 9 meses e foi na decisão tomada e sabendo que ela não sofreria que era apenas o vinculo que tinhamos nesse momento tão especial. Parabens pela mãe que vc é pelo blog que tanto ajuda as mamães de plantã na net! rs. Bjs, Gleiser

    ResponderExcluir
  33. Oi, Katia! Que lindo o seu post! Emocionante mesmo!
    Eu passei por isso há 3 meses, quando a minha bebê (na época com quase 7 meses) decidiu que era hora de parar de mamar no peito. Foi decisão dela e confesso que eu fiquei muito triste... Chorei demais, pois eu não queria cortar esse vínculo com a minha filhinha, mas depois eu percebí que assim era melhor, já que não foi algo traumático para ela, foi sua escolha.
    Ela também se adaptou muito bem ao NAN, "pegou" a mamadeira direitinho e hoje já usa também o copinho de transição. Está uma linda mocinha!!!
    Hoje estou sofrendo pois ela está com uma gripe forte, estou sem dormir há 3 dias, pedindo a Deus que ela melhore logo!
    E essa é a vida das mamães, cada dia nós sofremos por algo diferente, né? O desmame, as febres, as gripes, as dores dos nossos filhos...
    Um beijo, querida!

    Larissa

    ResponderExcluir

 
Minhas diKAs Baby © Copyright 2011 | Design por Katia Ouang. Codificado por Delikka.