Dica de Mãe - Mães com muito leite


Aproveitando o post sobre desmame da semana passada, hoje gostaria de falar um pouco sobre produção de leite em excesso.

Ao contrário do que a maioria das mães acreditam ser uma benção, é bem difícil administrar ter muito leite. Ainda mais no primeiro filho. Já é complicado se acostumar a nova rotina com um bebê, noites sem dormir e ainda a uma amamentação difícil.

Muito leite significa dor, empedramento, bebê que engasga...

Sim, doar para um banco de leite pode ser maravilhoso. Mas acreditem, ficar tirando na bomba o excesso só faz produzir mais.

Por isso depois de sofrer muito com amamentação na Bruna minha primeira filha, resolvi seguir à risca com a Manu as orientações do meu GO, do pediatra e de uma enfermeira técnica, para não passar por isso de novo. 
E hoje juntei nesse post algumas dicas que foram essenciais para mim e que me ajudaram muito.

Lembrando que quem puder ter um acompanhamento de uma enfermeira técnica no primeiro filho, faz toda a diferença. 

O pediatra da Bruna me ensinou algo que eu de fato comprovei ser verdade. A produção do leite se adapta a sua rotina e a frequência e força que o bebê mama. Por isso quanto mais determinada e organizada você for com as mamadas, o quanto antes a produção estabilizará. 

Por isso para começar:


- Existem muitas enfermeiras técnicas em amamentação que podem ir até a sua casa .Elas ajudam a ver se o bebê está sugando direito e as melhores posições para você amamentar evitando o empedramento. Para quem não sabe, é possível amamentar em diversas posições que podem ser até melhores que a tradicional dependendo da anatomia do seu seio.


- Organize as mamadas desde o primeiro dia que chegar em casa e sempre intercale os seios. 

- Comece sempre pelo último seio que o bebe mamou. 

- Tente manter sempre o mesmo intervalo entre as mamadas. Seja 3 ou 4 horas. 

- Anote o tempo em cada seio e o tempo total em todas as mamadas. ( tem varios programas de iphone para isso ou cadernetas.) Em poucos dias você saberá em média quanto tempo seu bebê mama no total. Então divida esse tempo entre os dois seios sempre interrompendo o primeiro quando der a metade do tempo. Assim você mantem um equilibrio entre eles e produz mais ou menos a mesma quantidade em cada um.
Toda mulher tem um dos seios que produz mais. Então se você der mais desse seio achando que precisa de mais tempo para esvaziar, vai ocorrer um desequilibrio total de produção e ainda você ficará com um seio bem maior que outro. Algo que ninguém merece não?!

- Se você produz muito leite entre as mamadas, use 2 tops de ginástica bem apertados. Isso ajuda muito a controlar a produção. Mas se prepare pois a logística para amamentar nesse caso é péssima. Você tem que necessariamente tirar tudo a cada mamada. ( entendem porque eu já estou querendo parar?!). Você pode usar um top de amamentação e um mais firme por cima. Na Bruna foi assim o tempo todo. Na Manu durante o dia eu só uso 2 tops se passo mais de 4 horas sem amamentar. Mas durante a noite é inevitável pois ela fica muitas horas sem mamar. Então todo dia pela manhã eu tenho que me trocar antes de amamentá-la. Sim, é muito chato, mas não tenho escolha.

- Nos primeiros dias quando o leite descer, o peito ficará quente e enorme. Fazer compressas de água fria ajuda muito a controlar a produção e tirar o desconforto. Pegue uma toalha pequena e vá molhando em uma bacia com água e algumas pedrinhas de gelo. Coloque a toalha dando a volta no seio. Alivia muito !

- A bomba é o inimigo numero 1 da produção em excesso. Só use em caso extremo, se o bebê mamou e mesmo assim o peito continua empedrado. A bomba puxa o leite com mais força que o bebê, por isso vai aliviar na hora mas em seguida vai produzir mais. E não pense que tirar o restante que sobrou no peito com a bomba vai ajudar. Tente não tirar pois aos poucos o corpo vai saber que só é necessário produzir o que o bebê mamar.

- Peça orientação para aprender a tirar o leite no banho, com massagens. Isso ajuda a aliviar sem precisar da bomba.

- Evite os alimentos que estimulam a produção ( veja aqui )

- Acostume a amamentar massageando o seio. Isso ajuda a soltar os pontos que começam a empedrar enquanto o bebê suga.

E de resto é ter paciência e determinação pois são alguns meses que passam rápido e seu bebê vai achar ótimo toda essa quantidade de leite!!! E acreditem; não "bagunçar" as mamadas e manter mais ou menos sempre o mesmo tempo em cada peito, mesmo intervalo e não tirar na bomba, fará com que em pouco tempo o corpo entenda o quanto deverá produzir.

E para quem me perguntou...  eu ainda não tive coragem de tomar o remédio para secar o leite ! Mas sei que já estou no meu limite pois como a Manu começou a almoçar e jantar, não dou mais essas mamadas e tenho muita dor nos intervalos . Infelizmente não tenho como amamentar só 2x por dia, então chegou a hora de começar a parar. 
Consegui administrar até hoje mantendo sempre os mesmo intervalos. Mas agora que tenho que ficar muito tempo sem amamentar, não tem mais como.

A Manu já vai fazer 7 meses então estou super contente de ter chegado até aqui ! 

E para as mães que sofreram para amamentar no primeiro filho, posso garantir que é muito mais fácil no segundo, inclusive todos os desconfortos são mais leves também!!!

Alguém compartilha essa experiência de ter tido muito leite???

(foto Projeto Família)

17 comentários:

  1. ola... estou com uma bebe de 3 meses, minha primeira e devo dizer que foi um sufoco porque eu tinha muuuito leite no começo, mas consegui organizar tb as mamadas e o fluxo ficou organizado rs.
    Hj eu dou o peito e mamadeira, ja que o leite nao esta segurando muito minha filha. Volto a trabalhar em abril e com certeza tomarei o remedio para secar o leite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel de repente voce consegue ir reduzindo as mamadas sem precisar do remedio, vale a pena tentar!
      bjs

      Excluir
  2. Oi katia, quando minha bebe completou 2meses começou a dormir a noite toda. Fiquei super feliz por poder dormir mais, mas por outro lado sofri muuuuuito com excesso de leite pela manhã. Era um verdadeiro caos!!!!! Peito empedrado e bebe golfando quantidades enormes de leite até tudo se adaptar demorou um pouco. Realmente, amamentar é ótimo pro bebê , mas requer muita disciplina, determinaçao e força de vontade! Amo o blog, bj Patricia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia, você já tentou usar um top bem apertado para dormir? ajuda muito! beijao

      Excluir
  3. Katia querida, ah como eu gosto de vc! Adoro o jeito que vc escreve, obrigada mais uma vez por compartilhar suas experiências.
    Estou de 14 semanas, mas acompanho o blog muito antes de engravidar.
    Me sinto amparada com suas dikas!
    Bjcas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que querida Ana ! Muito obrigado e parabéns pelo baby!
      bjs

      Excluir
  4. Oi Katia!
    Sei que vc deixou bem claro no seu post que suas dicas são pra mães que PRODUZEM MUITO LEITE, mas como tem muitas gestantes que leem o seu blog, queria fazer um contraponto, vc me permite? É que, para as mães que produzem pouco leite, como foi o meu caso, algumas dicas são exatamente ao contrário!!
    - a sucção estimula a produção, então o melhor é não fazer intervalos muito longos entre as mamadas, deixando o bebê mamar com mais frequência, preferencialmente em livre demanda;
    - não se preocupar em ficar anotando a duração das mamadas e o tempo de intervalo, pois isso gera mais ansiedade na mãe e prejudica a produção de leite;
    - não usar tops apertados, e sim aquelas conchas de silicone, que estimulam a produção;
    - banho quente estimula a produção;
    - abusar dos alimentos que “estimulam a produção”, mesmo que o efeito seja só psicológico, produzir leite também passa pelo psicológico, então esses alimentos podem ajudar sim!
    - a bombinha é sua amiga! Aproveite um tempo livre em que vc esteja DESCANSADA para ordenhar. Ainda que saia pouco leite em cada ordenha, ela serve para estimular a produção;
    - com relação a pegada, a dica é a mesma: uma enfermeira ou profissional do banco de leite realmente podem ajudar. A pegada correta é fundamental para estimular a produção de leite;
    - adiar ao máximo a chupeta, para que o bebê não confunda os bicos ou se desinteresse pelo seio;
    - por fim, uma alternativa para as mães com pouco leite é a relactação ou translactação (com leite materno ordenhado ou leite artificial). Na internet você encontra vários artigos a respeito. Eu indico o blog Nutricionista Infantil (http://nutricionistainfantil.blogspot.com.br/ ). A translactação, ao mesmo tempo que estimula a produção, ajuda a alimentar o bebê, afastando a maior preocupação das mamães, que é o baixo ganho de peso, sem que seja necessário recorrer à mamadeira;
    - é preciso muita paciência, determinação e tranquilidade, mas uma mamãe que produz pouco leite pode conseguir seguir amamentando! A vantagem é que, depois que o bebê começa a comer (6/7 meses) a baixa produção não é mais tão problemática e é até mais fácil de seguir amamentando do que as mamães que produzem muito leite, pq vc não vai sentir dor ou desconforto quando o bebê começar a “pular” mamadas pq está comendo...
    Ficou gigante meu comentário, né? Só queria aproveitar seu cantinho pra dividir minha experiência com outras mães que possam estar passando pelo mesmo problema... Hoje minha pequena está com 10 meses e segue mamando no peito!
    Um beijo e parabéns mais uma vez pelo trabalho incrível!
    Marília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilia, sim, com certeza para quem tem pouco leite é exatamente o contrario, obrigado por ajudar a informar.
      bjs

      Excluir
  5. Katia,

    Como vc esta fazendo com as mamadas que seriam durante o horário do almoço e lanche da tarde? Estou na fase das papinhas salgadas para o almoço e a papa da frutinhas, minha filha tem 6 meses e eu estou querendo tirar algumas mamadas do dia, mas ela tem almoçado a papinha e chora depois querendo o meu peito.
    Me conta um pouco sobre sua rotina de alimentação com a Manu.
    Obrigada e parabéns e pelo blog.
    Sua xará Kátia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Katia, a rotina da Manu esta assim:

      7- Leite Materno
      9.30- Suco ou fruta
      11.30 - almoço
      (sono da tarde)
      14.00- Leite Materno
      15.30 - Suco ou Fruta
      18.30 - Jantar
      20.00 - Leite Materno
      23.00 - Leite Materno

      Ufa :) !!!

      Bjs

      Excluir
  6. Oi, sobre o post de janeiro..você sabe se o macacão da BEATRIX POTTER tam 6 a 12meses e o macacão marca OSHKOSH tam.6 a 12meses é grandinho? Já quero comprar para meu baby mas ele só vai usar no inverno, depois de abril ou maio. Ele completa 1 ano dia 23 de julho. Bjs

    ResponderExcluir
  7. OI lIziane, nao conheço esse Beatrix Potter, e acho que OshKosh tem 6 a 9 e 9 a 12. A OshKosh segue a mesma numeração da Carters, sao do mesmo grupo.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Katia tudo bem? Vc sabe me informar como baixo o programa iphone/iPad para cadernetas de mamadas (vc mencionou sobre esse programa neste post) e na applestore? Como procuro. Digitei amamentação em busca e não achei. Obrigada patricia

    ResponderExcluir
  9. Oi Katia. Acompanho seu blog diariamente e é o mais legal de mamaes. Ainda mais que tenho uma bebe com 6 meses, entao vou seguindo as dikas!!!
    Eu começei a dar as frutinhas para minha filha com 5 meses e bem no começinho ela comeu até. Agora não quer comer nada, a fruta fica parada na boca e também não bebe os sucos. Muito difícil. Tem alguma dika??
    Obrigada,
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Erika, seria bom vc conversar com a pediatra.
      Mas tudo com os bebês é muita paciência.
      Tente diferentes frutas,é questao de tempo.
      A Manu tambem detestou a papinha salgada e hoje come super bem todos os sabores!
      bjs

      Excluir

 
Minhas diKAs Baby © Copyright 2011 | Design por Katia Ouang. Codificado por Delikka.